Últimas Resenhas

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Resenha - O Teorema Katherine, John Green


Título: O Teorema Katherine
Autor (a): John Green
Editora: Intrínseca 
Páginas: 304
Ano: 2013
ISBN

''Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.''


Colin Singleton, é o protagonista, é um nerd muito mais que assumido. Já levou nada menos que dezenove foras. O que mais chama atenção, é que todas as meninas eram chamadas Katherines. Como ele mesmo diz, no livro, não gostava de Caterines, Katerines ou qualquer variação do nome. Apenas as Katherines eram donas do coração de Colin.


Colin, é viciado em anagramas, depois de levar um fora bem dado da décima nona Katherine, ele resolve sair em uma viagem sem destino no Rabecão do Satã, com seu amigo Hassan como parceiro de viagem. Colin desde criança espero pelo seu momento ''eureca'' , quando iria deixar de ser um garoto prodígio e se tornar um gênio,com isso na sua cabeça ele sempre está com um bloquinho de anotações no bolso, buscando a invenção e comprovação do seu Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines , com o objetivo de observar através da matemática, quanto tempo um determinado relacionamento duraria, quem seria o terminante e o terminado. Ele usa seus relacionamentos passados para testar sua Fórmula, e com isso vamos nos familiarizando mais com suas ex-Katherines. 

Nessa aventura, durante a visita do túmulo de Francisco Ferdinando, na cidade de Gutshot, eles conhecem Lindsey. Ela é filha de Hollis, a dona da fábrica local que lhes oferece um emprego para que eles, juntamente com sua filha, entrevistem diversos moradores da cidade. Eles aceitam e acabam se tornando hóspedes na casa das duas. E é ai onde começa o desenrolar da historia 

Minhas partes favoritas do livro :

Eu não acho que seja possível preencher um espaço vazio com aquilo que você perdeu. Não acho que nossos pedaços perdidos caibam mais dentro da gente depois que eles se perdem. Agora foi a minha ficha que caiu: se eu de alguma forma a tivesse de volta, ela não encheria o buraco que a perda dela deixou.

É possível amar muito alguém, ele pensou. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela.

Logo: as garotas deveriam sempre tomar a iniciativa, porque (a) elas são, em geral, menos propensas a serem rejeitadas que os garotos e (b) dessa forma elas nunca serão beijadas, a menos que queiram.

“Não havia como negar o sorriso dela. Aquele sorriso seria capaz de por fim a guerra e curar o câncer”.

“É possível amar muito alguém. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir.”

Minha Opinião :

Olha, se você que ler um livro com finais surpreendentes, cheio de emoção, procurar um pouco de Quem é você Alasca ? ou A Culpa é das Estrelas cujo são obras de John Green  também, pule de livro, procure outro.

O Teorema Katherine foi minha decepção, não, o livro não é ruim. Eu tinha lido ACEDE a 2 meses e estava na Americanas quando vi o nome John Green em um livro, e a capa é bem bonita, comprei. Li ele o tempo todo esperando um pouco mais de emoção, tragédia, tudo que tinha ACEDE, e obviamente não achei.

O livro é leve, engraçado e gostoso, é bom de se ler quando você não espera uma grande historia, pois não tem. Digamos, que o final é algo esperado e não surpreende em nada. Quem está acostumado com os livros do Sr. Verde acharia esse livro fraco, não achei, achei leve, leve demais.

Ai é que está o problema dele, quando você ler os outros dois livros citados acima, você espera desse livro no mínimo um pouco de drama. E não tem gente, não tem. Não tem aquele romance que te da vontade de ter um, não tem aquele momento intenso que dá vontade de chorar, nada, é só a estoria de um garoto que levou dezeno pés na bunda. O livro é bom, mas não tenha muitas expectativas.

Eu acredito que se eu não tivesse alimentado um milhão de expectativas por conta do autor, eu teria gostado do livro.Mas não ache que por ser leve, ele não trás reflexões sobre quem somos, sobre o cotidiano e sobre relacionamentos, na verdade, ele mostra tudo isso, só que de uma forma leve. Enfim, essa é minha opinião, qual é a de vocês ? Quem já leu esse livro ? O que acharam ? Quem não leu, pretende ler ? 


Ps. Desculpa pela parte final ter ficado repetitiva, mas é o que eu acho sobre o livro.

24 comentários:


  1. Oi, Loysla. Eu não li esse livro, mas lendo a resenha parece ser um bom livro para se ler, apesar de você dizer que é bem leve. A culpa é das estrelas, lembro que eu o li a um tempinho já, e gostei. A resenha tá completinha. Parabéns e um forte abraço!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luciano!!
      Obrigada pela visita!!
      Beijos e volte aqui sempre!

      Excluir
  2. Flanado sério, eu detesto os livros do John Green! Pois é. Já li três e não consegui gostar de nenhum ao ponto de querer indicar. Acho as histórias dele muito pacatas, sem grandes acontecimentos e com filosofias demais, o que deixa tudo mais chato.
    Esse foi um livro que a leitura simplesmente não deu certo para mim, somente o final que ficou emocionante, de resto...
    Beijo! Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Miriã!
      Sério? No meu caso o único livro que não indicaria é esse os outros dois que eu li, simplesmente amei.
      Beijos e volte sempre ❤

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olá, Luiza!!
      É o que eu menos gosto também.
      Beijos e volte sempre ❤

      Excluir
  4. Eu não li ainda, mas do John eu já li Cidades de Papel, Quem é Você, Alasca? e ACEDE, todos seguem a mesma linha, né? (Cidades de Papel é até mais levezinho, mas amei mesmo assim haha). Então é como você disse, acho que eu ia ficar meio decepcionada com O Teorema Katherine... Eu já vi muita gente falando mal desse livro também, aí acabei desanimando de ler </3 adorei a resenha!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ❣

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gabs!
      Obrigada por sua visita e espero que volte sempre ❤
      Beijos 👄

      Excluir
  5. Nunca li esse livro, mas escuto as pessoas falarem muito bem dele. Eu pensei que ele fosse mais surpreedente, é ruim livros que a gente já sabe o final né?

    derepentemodaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Brenda!
      É ruim sim quando já sabemos o final do livro. Mas acho que o segredo é ler ele sem grandes expectativas.
      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  6. Sempre vejo pessoas que não gostaram desse livro, aliás nunca vi uma postagem contendo somente elogios com relação a ele.
    por isso acabei nem lendo

    Um bj ;)
    Layouts para blog
    Pepi Artes Digitais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá 😍
      Eu acho que o maior problema dele é a expectativa por conta do autor, tirando isso, ele até é bonzinho.

      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  7. Olá, Loysla.
    Pode ser então que eu acabe gostando desse livro. Diferente de você eu li ACEDE e Quem é você Alasca e não gostei de nenhum dos dois hehe. Não sei o que o povo vê no autor hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sil!
      É tudo questão de gosto kkkkk
      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  8. Oi Loysla, tudo bem?

    Eu ainda não li, mas lembro que quando foi lançado eu fiquei com vontade conferir. Bom saber que é diferente dos outros, pra alinhar melhor as expectativas!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mi!!

      Sim, acho que o grande problema dele está nas expectativas.

      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  9. Oi, Loysla!
    Esse é o livro do John que eu menos gosto. Faz tempo que li, mas lembro que achei o início bem chato, só melhorou lá pro final.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carla!!
      É realmente no final da até uma melhoradinha, mas mesmo assim é bem leve.
      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  10. Oie
    Faz um tempinho já eu tentei ler este livro, mas o enredo não me prendeu. Quem sabe um dia eu retome a leitura. Li somente um livro do autor e não curti muito.

    Beijinhos
    Diário de Incentivo a Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!!

      É realmente o enredo não é tão envolvente assim. Porém é até engraçado.
      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  11. Meu livro preferido do John Green é "Quem é você Alasca?", e realmente, nem tem como comparar com esse. Concordo com você que ele possui uma leitura leve e gostosa, é ótimo para ler apenas para relaxar, sem grandes expectativas. Adorei a resenha!

    Beijos <3
    https://menteviajantee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lya!

      Que bom que gostou da resenha ❤

      Beijos 👄 e volte sempre ❤

      Excluir
  12. Adoro adoro adoro!! Adorei ver a tua opinião sobre o livro :) segui no blog, obrigada pelo comentário no meu! Beijo

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá 😍
      Muito obrigada ❤
      Volte aqui sempre ❤

      Excluir

Leia aqui antes de comentar <3
1. Sem palavrões ou palavras de baixo calão
2. Seja educado se quer ser respondido com educação
3. Sigo os blogs que eu acho legais
4. Não discuto sobre religião, time, e outros
5. Coloque o link do seu blog no final do comentário, pois sempre visito e retribuo os comentários
6. Se for comentar em Anônimo, por favor, coloque seu nome no final
Obrigada pela atenção, espero que tenha gostado do blog e volte sempre!
Loysla :)